Portagens circular

Segundo o PCA do FE, FP, Ângelo Macuácua

Quatro principais factores desafiam sector de estradas

A idade avançada da rede viária nacional, os orçamentos disponíveis, a intensidade do tráfego e o impacto das mudanças climáticas constituem, actualmente, os principais desafios com os quais o país se debate para garantir uma boa transitabilidade rodoviária.
O facto foi avançado na quarta-feira, 23 de Fevereiro, por Ângelo Macuácua, Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Estradas, FP, falando em Maputo no programa Grande Entrevista da STV.
Para o PCA do FE, FP, a idade da rede viária do país é já avançada e isto requer cuidados acrescidos, num cenário em que anualmente se tem, em média, cerca de 4.2 mil milhões de meticais como orçamento para a manutenção, contra os 15 ou 16 mil milhões de meticais que seriam desejáveis.


No que tange ao tráfego, o responsável máximo do FE, FP diz que, especificamente a carga, tem sido intensa em algumas estradas, acelerando a sua degradação. Quanto aos factores climáticos, Ângelo Macuácua citou os danos que se registam nesta época chuvosa em diferentes rodovias como ilustrações claras do cenário no qual o país se encontra.
Face aos desafios que se colocam ao sector, o PCA deixou claro que o país precisa de identificar mais fontes de financiamento, sendo as portagens uma via incontornável de colecta de receitas.
Veja a entrevista na íntegra clicando no link que se segue:

https://play.stv.co.mz/programas/c/0/i/62598282/grande-entrevista-com-angelo-macuacua-pca-do-fundo-de-estradas

Fundo de Estradas

Av. Mártires de Inhaminga, no 170
Maputo - Moçambique

  • Telefone: (+258) 21 30 55 89
  • Fax: (+258) 21305069
  • Email: info@fe.gov.mz